Manifestar o Divino..

Me impressiona como é comum no credo cristão a menção a D’us e na sua proximidade das querelas humanas. Me impressiona o caráter demasiadamente humano em suas formas, modos de agir e punir os erros, e de recompensar os acertos. Aplica-se valores morais à Força que criou do àtomo às supernovas..

Gosto das perspectivas africanas de Divino, pois elas nos interligam a todos, fazendo de D’us uma conexão entre tudo. Portanto, falar de D’us como uma Particularidade faz pouco sentido, pois por estar ligado à Tudo, liga-se ao que não entendemos e compreendemos, logo, não se gasta tempo e energia no entendimento de Sua lógica.

Não quero entender D’us. Quero manifestar Sua Potência como Parte que nos liga.

Lembro de Chinua Achebe falando sobre esta Força Criadora no “Mundo em Despedaço”. Um personagem bem interessante, amigo de Ojukwo, personagem principal. Falando mais ou menos que “Deus é muito grande, melhor se relacionar com seus ajudantes”…

Não poderia concordar mais..

Por Tago E. Dahoma (Thiago Soares), 18 de dezembro de 2018.

Anúncios